Escola da rede municipal realiza evento em referência à Semana da Consciência Negra

Escola da rede municipal realiza evento em referência à Semana da Consciência Negra

Com o objetivo de debater a temática “O que há da África em nós?” e discutir a influência da cultura afro-brasileira dentro do âmbito social no tocante aos problemas atuais que os jovens negros enfrentam com as questões raciais e reconhecer a importância dos debates e a aprendizagem como superação, encerrou neste sábado (24/11), na Escola Municipal Clemenceau Teixeira, no bairro da Bolívia, o projeto Africanizar, atividade interdisciplinar, que se deu em decorrência do mês da consciência negra.

A culminância do “Projeto Africanizar”, de autoria e produção da professora de História e Artes dos anos finais, Elaine de Jesus, possibilitou o diálogo com alunos, pais, comunidade escolar e local sobre o tema “O que há da África em nós?”.

O evento iniciou-se as 07h30min com a recepção dos alunos aos convidados, no pátio da escola. A direção escolar fez a abertura do evento e, por seguinte, foi apresentado o objetivo do Projeto Africanizar. No decorrer aconteceram as apresentações dos materiais produzidos pelos alunos, além da exibição de cartazes e leitura de contos Aconteceu, também, apresentação de samba de roda (pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos – EJA), apresentação de roda de capoeira, Hip-Hop e outras manifestações culturais.

Compondo a mesa de diálogo sobre a temática, o evento contou com a participação  do secretário de Educação, Daniel Reis; da secretária de Cultura, Janete Vomeri; do professor de esporte do programa Novo Mais Educação, Charles Miller; do militante e ativista das causas negras, Israel Costa; da gestora de RH e coordenadora do Núcleo Territorial de Educação, Laís Guerra; da repórter local, Késsia Campos e representado o legislativo municipal o vereador Adailton Francisco.

O secretário de Educação, Daniel Reis falou da relevância do projeto para a comunidade como um todo, levando em consideração a crescente necessidade de enfatizar discursões relacionadas a temática. “Focando na questão da consciência negra com relação ao respeito, valorização da negritude e prevenção contra o racismo. Creio que esse trabalho vai ajudar a ampliar o conhecimento dos estudantes e assim poderemos ter uma geração melhor, onde as questões raciais sejam amplamente discutidas e respeitadas”, comentou.

Fonte: Ascom – Prefeitura Municipal de Valença

Fotos: Secretaria de Educação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *